sábado, 27 de fevereiro de 2010

França e a moda - legitimidade e elegância - Pinacoteca

           O local não poderia ser mais propício.









Um dos casarões mais suntuosos da Região da Mata Atlântica, a Pinacoteca de Santos recebe a exposição 200 Anos de Moda Francesa que ocupa o Salão Nobre e as salas de exposição do piso térreo.



Como que numa volta à época, a exposição 200 Anos de Moda Francesa – 1750 a 1950 parece ter se ajustado com o ambiente que possui uma junção de arquitetura clássica e art noveaux e revela uma sutileza se confundi com a exposição e contagia os visitantes que ao se depararem com os lindos vestidos como o de camile Monet, a esposa do pintor Monet e inspirado em uma de suas obras, e a réplica inspirada em um dos retratos pintados de Maria Antonieta, rainha da França do século XVIII.




A viagem se completa com os imponentes móveis provençais com seus pés de patas de leão e seus medalhões, cristaleiras que expõem belas bonecas com vestimentas das épocas entre 1750 a 1950 além de fabulosos leques e pentes originais dos séculos XVIII e XIX e perfumeiros antigos.






O entretenimento, a cultura e a arte se completam com os cartazes que revelam informações bem descritas, curiosidades e contextos interessantes da época áurea da beleza e do glamour.







A exposição tem como curador o arquiteto e artista plástico Carlos Henrique Pires de Souza, a redação da Jornalista Cyra Fernandes

Moda Francesa no Teatro Coliseu



Foto: Marcos Megina


Um dos teatros mais lindos e exuberantes do país, o Teatro Coliseu em Santos, recebeu a exposição 200 Anos de Moda Francesa – 1750 a 1950 em seu Foyer, cheio de requinte e elegância, no piso superior.



A exposição foi realizada na íntegra com destaques aos 15 vestidos de época bem distribuídos no foyer que acompanhavam cartazes com trajetórias da moda e curiosidades.





Cristaleiras provençais do século XIX acrescentavam o tom romântico e épico do ambiente e expunham diversidades em acessórios de beleza como, 17 leques e 7 pentes originais dos séculos XVIII e XIX, 5 perfumeiros de época e 30 lindas bonecas as quais usavam vestimentas que contavam a história da moda francesa entre os anos de 1750 a 1950 com variedade de vestidos.



                                                    Foto: Marcos Megina




Com curadoria do arquiteto Carlos Henrique Pires de Souza e Assessoria da jornalista Cyra Fernandes a exposição ficou entre os dias 02 a 16/02/10.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Sofisticação a francesa. A história da Moda Francesa dentre os anos de 1750 a 1950 exposta no Praiamar Shopping Center – Santos





                                            Fotos: Marcos Megina

O momento foi propício. Em setembro/outubro de 2009, em plena primavera; estação da poesia, da beleza, da sutileza, enfim, de tudo que combina com a harmonia e a sofisticação da Moda, a exposição 200 Anos de Moda Francesa - 1750 a 1950 foi realizada no Praiamar Shopping Center em Santos vindo direto do Litoral Plaza Shopping, em Praia Grande, para contar, de maneira itinerante, as histórias de mulheres famosas de várias épocas através de vestidos exuberantes que são, também, simbolizados e detalhadamente explicados, de forma atraente, em cartazes com fotos e ilustrações.





                                                                Fotos: Marcos Megina

A exposição contou, também, com 17 leques originais franceses, alguns feitos de penas de aves raríssimas e acabamento de casco de tartaruga e madre pérola. Pentes e perfumeiros igualmente originais, compuseram o cenário instalados na praça central do Shopping.

A “cereja no bolo” foram os 5 móveis provençais com medalhões e uns com patas de leão, cristaleiras que expulseram lindas e variadas bonecas com vestidos que traduziram os vários aspectos da moda dentre os anos de 1750 a 1950. 




                        Fotos: Marcos Megina



A exposição foi realizada com curadoria do arquiteto Carlos Henrique Pires de Souza da empresa Arabesco Design – Arte cultura e entretenimento.